Translate

sábado, 23 de março de 2013

Sistema NOTAR


Em 1986, a McDonnell Douglas testava um protótipo de um helicóptero com um novo sistema anti-torque, denominado NOTAR (No Tail Rotor).
O principal objetivo do sistema era de se aumentar a segurança, eliminamdo os acidentes em solo ou voo com o rotor de cauda.
O efeito anti-torque é obtido captando-se o ar empurrado para baixo pelo rotor principal (Down Wash) que, através de um blower, é comprimido e direcionado para o duto do cone de cauda, que o mantém pressurizado (baixa pressão) e, de acordo com o comando dos pedais, é liberado na extremidade lateral móvel do cone de cauda por slots gerando efeito anti-torque.
É um sistema que possui vantagens, eliminando o longo eixo de acionamento do rotor de cauda, assim como a caixa de 90º. Porém, uma de suas limitações está relacionada a capacidade de oferecer ação anti-torque em aeronaves de médio e grande porte.
Atualmente, os modelos que operam com sistema NOTAR são conhecidos pela série "N" Explorer.
Após a aquisição da McDonnell Douglas pela Boeing, na década de 1990, houve investimentos e modernização, além da criação da MD Helicopters, responsável pela fabricação dos modelos.

Essa aeronave é operada por algumas forças policiais e empresas de táxi aéreo.
Apesar de ser um eficiente e moderno helicóptero o seu preço é muito alto.
Os helicópteros MD, monomotores e bimotores, estão entre as aeronaves de asas rotativas mais seguras do mundo, consagradas pelo sistema NOTAR que, além de inovador foi muito audacioso.

Délcio Serra