Translate

sábado, 5 de maio de 2012

Helicóptero Westland Sea King

Westland Sea King HAS.MK5 - RAF. GMP: 2 motores turboeixo Rolls-Royce Gnome H.1400-1 com 1.600shp.
Em 1959, ano em que o Sikosrsy S-61 fazia seu primeiro voo, a Westland do Reino Unido concluiu um acordo de licença para produção e aperfeiçoamento desta aeronave com capacidade anfíbia. Assim, surgia o Westland Sea King HAS.MK1, o novo helicóptero ASW da Royal Navy. Entre 1969 e 1972, foram entregues 56 aparelhos à RN. Nessa época, as principais diferenças entre o Sikorsky Sea King SH-3A, empregado pela US NAVY, e o, mais moderno, Westland Sea king HAS.MK1 utilizado pela Royal Navy, estavam no radar dorsal, sonar, e capacidade para operar sem auxilio de navio. Os Westland também foram remotorizados, recebendo turboeixos Rolls-Royce Gnome, enquanto os Sikorsky eram equipados com motores General Electric T-58 (menos potentes). Posteriormente, surgiu o Westland Sea King HAR.MK3, especialmente desenvolvido para missões SAR. O Sea King HAR.MK3 possuia capacidade para transportar até 22 pessoas. A RAF também adotou o Sea King, recebendo o mais moderno HAS.MK5, uma aeronave que se tornou mundialmente conhecida pela sua grande capacidade SAR, graças a sua agilidade, robustez, confiabilidade e autonômia. Os Sea King (SH-3D e SH-3H) da Marinha dos EUA, executaram todos os resgates dos astronautas do projeto Apollo. Em 2011, a Royal Navy substituiu o Sea king, pelo avançado, AgustaWestland AW-101 Merlin. Porém, os Sea King ainda se encontram em operação em diversas forças navais pelo mundo.
Délcio Serra